Sobre o Núcleo Tríade

O núcelo TRÍADE  [Adriana Macul, Laura Bruno e Mariana Vaz] nasceu em 2007 do desejo de viabilizar projetos híbridos, colaborativos e independentes, com a premissa de que o tipo de relação estabelecida entre o trabalho artístico, sua viabilização e inserção no mercado da arte estão implicadas na própria forma pela qual a arte se manifesta. Já foi reconhecida por importantes editais e fomentos à dança do país: premiado pelo Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo, Prêmio Funarte Klauss Vianna, PROAC de Pesquisa em Artes Cênica, PROAC de Formação e Difusão Cultural, Ocupação Caixa Cultural.

Dois eixos de investigação interessam-nos:

1)      Dança interativa para sitio específico: articula a produção artística a um contexto espacial específico. Aborda as relações entre corpo-espaço – entendido como processo histórico e espaço social –  e o deslocamento do protagonismo da performance. São resultantes desse eixo os auodiotour coreográficos TRÍADE Tour São Bento (2011-12), TRÍADE Tour Ouvirundum (2013) e TRÍADE MOBile (2013);

2)    CORPOPOPCORPO: articula a dança com o meio em que é produzida. Investiga a relação entre arte, mercado e consumo, especificamente a relação da dança com cultura de massa. A apropriação é central como um procedimento crítico de criação. São resultantes desse eixo: “Corpo Diva” (2011 – colaboração com o Grupo Movi) e a pesquisa CORPOPOP (2012).

 

 


Anúncios